As soluções de cloud computing têm sido cada vez mais adotadas por empresas, independentemente de seu segmento ou porte, que implantaram processos de transformação digital. Isso porque elas trazem uma série de benefícios e colaboram para uma melhor gestão dos negócios, minimizando os riscos de problemas.

Porém, muitos gestores as evitam por acreditarem em uma série de mitos que, infelizmente, circulam sobre a nuvem. Como discernir o que é verdade e o que é mentira? Como tomar uma decisão acertada sobre o tema? Para isso, vamos trazer 5 mitos e verdades sobre o uso de sistema em nuvem e tirar suas dúvidas sobre o tema. Boa leitura!

1. Verdade: facilita a utilização do sistema

Uma verdade é a facilidade de uso dos sistemas que estejam hospedados em nuvem. Em primeiro lugar, eles não precisam ser instalados em sua máquina, o que, por si só, já encurta o processo para a sua utilização. Afinal, não há a necessidade de verificar se os recursos existentes são compatíveis para implementar a solução, bem como esse processo é facilitado, ainda que exija a presença de um consultor.

Além disso, como os dados ficam hospedados em nuvem, uma pessoa autorizada pode acessar as informações ali presentes e realizar suas funções a partir de qualquer dispositivo, mesmo que não esteja presente no escritório do seu supermercado. Quer um exemplo?

Há um problema financeiro que precisa ser conferido rapidamente fora do horário de trabalho. Se a solução fosse nativa, o colaborador precisaria ir até o escritório para resolver a questão, o que demandaria não só tempo, mas um estresse devido ao deslocamento até o local.

Com uma solução em nuvem, ele poderá acessar o sistema de qualquer lugar. Para isso, bastará um aparelho com conexão à internet. Há uma maior agilidade para a resolução da questão, sem passar pelo estresse de sair de casa até o escritório para isso. Todos saem ganhando.

Soluções de gestão online, também, são bastante intuitivas, o que permite os seus usuários a utilizar suas funções de forma facilitada, sem maiores dúvidas ou problemas.

2. Mito: não oferece segurança dos dados

Um conceito errado é o de que, pelo fato de os dados estarem armazenados online, eles são inseguros e, portanto, mais suscetíveis a ataques cibernéticos e vazamentos, bem como a se tornarem indisponíveis ao longo do tempo.

Isso é um mito. Os dados armazenados em servidores cloud, na verdade, estão protegidos por uma série de protocolos de segurança, que preservam os dados do seu negócio desse tipo de situação.

Além disso, por estares hospedados em nuvem, eles não estarão suscetíveis a problemas de desastres tecnológicos, como perdas de hardware, queimas, furtos, roubos, entre outros, garantindo a integridade dos dados.

Outro mito relacionado à segurança de dados diz respeito à perda das informações com o encerramento do contrato. Em uma eventual rescisão, é possível fazer o backup dos dados e armazená-los em outro local, fazendo a migração de forma segura.

Outro ponto é que você pode armazenar até mesmo em locais físicos os dados que estão presentes em soluções online, aumentando as garantias de uma disponibilidade constante. No entanto, caso opte por essa migração, é importante ter um planejamento prévio para que seja feito de forma a causar o mínimo de danos possíveis para sua empresa.

3. Verdade: permite uma flexibilização da rotina de trabalho

A hospedagem dos dados em nuvem permite uma maior flexibilização da rotina de trabalho em seu negócio. Desse modo, os seus colaboradores podem acessá-los a partir de qualquer lugar, por meio de qualquer dispositivo, podendo elaborar suas atividades até mesmo em casa.

Em um período como o atual, com o isolamento gerado pela pandemia da Covid-19, os negócios que já trabalhavam com hospedagem de dados em nuvem saíram na frente, visto que tinham a infraestrutura necessária para conduzirem as atividades à distância. Muito bom, não é mesmo?

4. Mito: é mais caro

A resposta é: não, não é mais caro. O uso da computação em nuvem, na verdade, permite até mesmo uma redução de custo tanto a curto quanto a médio e longo prazos. Isso porque, por meio desse tipo de solução, você não precisará ter recursos robustos como máquinas e servidores para a execução de tarefas essenciais em seu negócio.

Um software instalado em sua máquina pode exigir uma capacidade de armazenamento e processamento não existente no momento. E mesmo que você invista nesses equipamentos, com o tempo deverá investir em uma atualização das máquinas, algo que costuma ser bastante custoso. Uma solução em nuvem significa que ela utiliza recursos hospedados na internet, ou seja, não consome nada da sua máquina, tornando-o mais barato para seu uso.

Além disso, você não precisará pagar por uma aquisição de licença, como funcionam as soluções nativas atualmente. No modelo SaaS (Software as a Service), a cobrança é mensal durante o uso da solução e esse valor inclui desde o uso da ferramenta e o armazenamento dos dados, até o suporte, segurança e backups. Ou seja, sua equipe de TI pode focar em atividades mais estratégicas que operacionais.

5. Verdade: permite a escalabilidade de recursos no uso diário

O cloud computing tem uma vantagem essencial: você pode escalar o uso de recursos no dia a dia. Por exemplo, se é necessário um maior espaço de armazenamento de dados, não precisará adquirir um novo hardware ou consumir mais espaço do seu HD: o sistema em nuvem se adequa a essa necessidade, sem maiores problemas.

Sendo assim, você tem não só uma maior economia, mas praticidade, pois não terá que se preocupar com a demanda de recursos ao longo do tempo, podendo dedicar essa atenção para outras questões importantes de seu negócio.

O uso de um sistema em nuvem é fundamental para modernizar o seu supermercado, conseguindo melhores resultados ao longo do tempo. Mesmo que tenha um negócio pequeno, isso é fundamental para ter uma melhor organização da sua gestão e garantir resultados que tornem sua empresa mais bem sucedida no futuro.

Agora que entende a necessidade desse tipo de solução, é hora de saber mais sobre a importância de um sistema de gestão on-line. Leia nosso artigo e tire suas dúvidas sobre o tema.

Compartilhar