As empresas familiares são uma grande realidade no Brasil. Segundo dados do IBGE, em conjunto com o SEBRAE, 90% das organizações são dessa natureza, mostrando que elas são líderes no mercado, bem como grandes responsáveis pela movimentação da economia nacional — representando 65% do PIB e 75% da força de trabalho do país.

Por isso, é fundamental mantê-las funcionando, principalmente em momentos delicados, como o atual vivido diante da pandemia gerada pela COVID-19. A seguir, preparamos 4 dicas indispensáveis para quem tem um negócio familiar. Esperamos que ajude, boa leitura!

Veja quais são os principais desafios enfrentados por empresas familiares

Bastante tradicionais no Brasil, os negócios familiares enfrentam uma série de desafios bem particulares, que quando superados podem melhorar — e muito — os resultados da empresa ao longo do tempo. Para isso, contudo, é fundamental identificar quais são as principais questões que ocorrem e saber como minimizar seus efeitos ruins. Veja os principais a seguir.

Conflitos entre familiares

Os conflitos aqui não são necessariamente questões pessoais ou que coloquem em xeque a convivência entre os membros. Discordâncias sobre a forma como a empresa deve ser conduzida, objetivos a longo prazo e até mesmo a própria existência do negócio pode ser questionada.

É fundamental pensar, por exemplo, em formas de conciliar as ideias e objetivos de cada pessoa ou de solucionar as divergências de modo que minimize ao máximo possível a influência da parte emocional na tomada de decisões, pensando sempre no que é melhor para o negócio.

Administração financeira

Outro ponto que deve ser observado é a questão da administração financeira. Muitas vezes, os familiares pensam em deixar tudo nas mãos dos membros da família, de forma a evitar a presença de pessoas de fora na administração do negócio.

A questão é: muitos não têm conhecimentos específicos de gestão financeira para realizar uma administração eficiente, podendo incorrer em erros graves que comprometam a rentabilidade do negócio.

Transição sucessória

Outro ponto delicado é planejar a transição sucessória entre os membros da família. Quais serão os percentuais de participação dos herdeiros? O que eles têm direito de fazer? E se um deles não tiver interesse em se tornar sócio, o que deverá ser feito?

Todas essas questões podem gerar debates significativos entre os membros da família, exigindo cuidados para minimizar atritos que venham a existir. Contratos podem ser elaborados para determinar de que forma esses processos serão realizados, minimizando possíveis divergências futuras.

Superação de crises financeiras

Como estamos falando de negócios familiares no geral, ou seja, provavelmente de micro e pequenos negócios, é normal que eles estejam mais suscetíveis a crises, principalmente em momentos de incertezas — como o atual cenário gerado pela pandemia do coronavírus.

Superar esses momentos e gerar rentabilidade pode ser um dos maiores desafios para os responsáveis pelos negócios familiares, principalmente por se tratarem de uma das principais formas, ou talvez a única, de subsistência da família toda.

Conheça 4 dicas indispensáveis para o sucesso de empresas familiares

Como driblar os desafios que listamos e conseguir um maior sucesso? Listamos 4 dicas indispensáveis a seguir.

1. Tenha os papeis de cada um bem-definidos

Se cada familiar sabe o seu papel dentro da empresa, os conflitos e problemas são minimizados. Por exemplo, se é sabido que determinada pessoa será responsável pelas compras do negócio, a responsabilidade sobre esse tema é dela, seja em relação à execução das atividades ou na hora de prestar os esclarecimentos necessários.

2. Faça um alinhamento impecável entre as partes

Todos estão de acordo e sabem quais são os objetivos e metas do negócio a curto, médio e longo prazo? Isso é fundamental para que as ações de cada um não destoem entre si e gerem os resultados esperados. Além disso, é importante que todos entendam quem são os envolvidos nos processos decisórios, evitando divergências que podem terminar em conflitos graves e, consequentemente, danos para a empresa.

3. Combine a remuneração dos sócios

No contrato, devem constar os percentuais a serem recebidos por cada um dos sócios de acordo com sua participação no estabelecimento. A transparência, nesse caso, é fundamental para evitar conflitos, remunerando melhor aqueles que estejam se dedicando mais à empresa.

4. Profissionalize a gestão

Como falamos, um dos pontos que mais pode gerar problemas para a administração é a relutância em deixar a gestão para especialistas no assunto. Não fazer isso pode causar prejuízos diversos e, as vezes, irreversíveis como o fechamento da empresa.

Para evitar isso aconteça, é fundamental profissionalizar a gestão. Indique para os quadros administrativos pessoas que realmente entendam do tema e sejam capazes de realizar um trabalho sério, responsável e que impulsione os resultados do negócio. Se essas pessoas forem membros da família, é importante investir em formação técnica que corresponda ao nível de exigência que o cargo precisa.

Saiba qual é a importância de uma empresa especializada para a proteção das empresas familiares

Quando falamos em empresas familiares, muitas vezes, não estamos abordando grandes empresas multinacionais, mas sobre negócios tradicionais locais, como pequenos supermercados, lojas de bairro, entre outras. Garantir sua existência é fundamental, não apenas para manter a tradição da família e proteger o patrimônio construído, mas pelo retorno que trazem coletivamente aos contextos em que estão inseridas. Aplicando as dicas que abordamos, ajudará a empresa da família a continuar existindo sem conflitos e a atender aos anseios de todos os envolvidos.

No entanto, além das dicas que abordamos acima, é essencial contar com uma empresa especializada em gestão, que poderá fazer a análise da situação atual, verificar possíveis brechas e falhas nos processos que podem estar comprometendo o crescimento do negócio. Dessa forma, os principais desafios que listamos neste artigo podem ser diminuídos.

Além disso, contar com soluções tecnológicas que facilitem o dia a dia, tornando sua equipe mais produtiva, é a melhor maneira de contribuir para proteção do patrimônio e minimização de perdas, pois com os processos automatizados sobra tempo para focar no que é mais importante para o negócio. É o caso, por exemplo, do CISSLive.

Com nosso sistema de gestão on-line, você pode acompanhar o faturamento do negócio, ter informações estratégicas em tempo real, realizar uma série de tarefas de forma simultânea e automatizada, além de uma frente de caixa rápida e eficiente. O resultado é uma eficiência maior e melhores resultados para o empreendimento.

Gostou deste conteúdo? Aplicando essas dicas, será possível garantir a subsistência da sua empresa familiar e permitir melhores resultados ao longo do tempo. Se quiser saber ainda mais sobre ações importantes para o crescimento de seu negócio, siga nossos perfis nas redes sociais (Facebook e Instagram) e acompanhe nossos conteúdos diretamente em seu feed.

Compartilhar