Garantir o crescimento do seu supermercado pode ser uma tarefa difícil em um primeiro momento, afinal envolve uma série de questões que precisam ser observadas ao longo do tempo a fim de identificar e minimizar possíveis prejuízos e falhas que venham a ocorrer, além de trabalhar para diminuir os custos e aumentar os ganhos.

Uma das formas de obter melhores resultados é definir objetivos claros para o seu empreendimento. Somente assim será possível planejar quais são as medidas necessárias a serem tomadas e identificar formas de avaliar se as suas estratégias estão trazendo os resultados esperados. Vamos mostrar a seguir como definir metas e objetivos e tirar suas dúvidas sobre o tema. Boa leitura!

Conheça seu negócio a fundo

Um primeiro ponto para entender como definir metas e objetivos para o seu supermercado é entender a fundo como ele funciona. Afinal, não adianta, por exemplo, querer um aumento no número de vendas muito maior do que sua estrutura é capaz de comportar no momento — ou, então, você poderá gerar mais problemas do que crescimento.

Você pode até projetar uma expansão para o próximo ano e delimitar tudo que é necessário para o projeto, porém, se não tiver condições de arcar com o crescimento, algo que poderia ser positivo, pode ocasionar um fechamento precoce do seu supermercado.

Esse tipo de problema pode ser evitado quando você conhece o seu negócio a fundo, as dinâmicas e processos da operação, quando conhece como é o seu público, de que forma eles se comportam e como realizam o processo de compra, entre outros. Tudo isso é importante, tanto para criar metas plausíveis quanto para decidir o caminho correto para alcançá-las.

Estabeleça objetivos realistas para a empresa

Não adianta estabelecer objetivos que não podem ser cumpridos pelo seu supermercado dentro de um determinado período de tempo. Por exemplo, se estiver abrindo um estabelecimento agora em uma região competitiva, não adianta pensar em ser o maior da região no primeiro ano — provavelmente você se decepcionará.

Metas precisam ser realistas e bem-definidas e, principalmente, passíveis de serem mensuradas. Sem isso, você não identificará se está, de fato, tomando as decisões corretas para o crescimento do negócio e em quais pontos precisa fazer ajustes. Logo, é importante considerar algumas dicas como:

  • crie metas objetivas, com valores acessíveis: uma coisa é falar “estar entre os 3 maiores estabelecimentos da região em um ano”, outra é “ter um crescimento de 4% ao mês durante um ano”;
  • estabeleça um prazo: um crescimento de 10% é diferente de definir “crescer 10% em 12 meses”;
  • crie metas que sejam mensuráveis: não defina “tornar-se a mais importante rede de supermercados da região”, mas “ser um dos estabelecimentos mais lembrados pelos clientes” (essa segunda pode ser avaliada através de pesquisas);
  • defina metas baseadas nos números existentes, entre outros.

Defina indicadores

As metas e objetivos são como uma espécie de ponto de chegada para o seu estabelecimento. São elas que definem qual é o caminho que deve ser percorrido para chegar ao destino final — a sua definição de sucesso. No entanto, como saber se de fato está tomando o caminho certo? É para isso que servem os indicadores.

Eles são utilizados para avaliar se as estratégias que estão sendo implementadas estão trazendo os resultados esperados para alcançar com maior facilidade o objetivo traçado. Caso tudo esteja correto, servirá também para continuar investindo e potencializar os efeitos em sua empresa.

Seguindo nossa analogia, os indicadores seriam como uma espécie de mapa do percurso. Eles mostram se há algum tipo de desvio que pode causar problemas para seu negócio ou impedir o sucesso desejado.

Sendo assim, ao estabelecer quais são as principais métricas existentes, você define o que é prioridade para ser analisado pelo seu negócio, observando pontos fundamentais para o crescimento. Portanto, defina de antemão as métricas mais importantes para o seu supermercado e acompanhe-as constantemente.

Avalie as metas

Após definir quais serão as métricas, é hora de utilizá-las para realizar a avaliação da situação de seu negócio. Para isso, é importante ter os dados necessários em mãos devidamente depurados.

Sistemas específicos para esse setor realizam a coleta de dados, depuração, análise e entrega de relatórios, caso seja necessário. Assim, você terá o que é necessário em mãos para tomadas de decisões mais embasadas.

Revise as metas continuamente

Será que as metas estão de acordo com o que seu negócio está produzindo ou é necessário revê-las? Muitas vezes, elas estão aquém do que a sua empresa é capaz de produzir naquele momento.

Por exemplo, você estima um crescimento de 4% ao mês para seu supermercado ao longo de 12 meses. Contudo, nos primeiros 4 meses, os valores ficam bastante acima do estimado. Isso pode ser um sinal de que o negócio tem um potencial de crescimento maior do que o esperado, de forma que você pode rever a meta para gerar ações mais agressivas de crescimento.

Isso também pode ocorrer por uma via contrária. Por exemplo, se uma crise inesperada ocorre no mercado, talvez seja necessário rever suas estimativas. É o caso, por exemplo, do ocorrido durante a pandemia da Covid-19. Devido a uma situação surpresa, tornou-se necessário reavaliar os objetivos definidos, já que, no momento, é esperada uma diminuição dos resultados em diversos setores por um fato que está além do controle dos gestores.

Defina uma periodicidade de avaliação

Para que as avaliações surtam efeito, é fundamental que elas sejam feitas periodicamente. Isso é importante para checar a situação ao longo do tempo e verificar se as ações tomadas estão realmente sendo estratégicas.

Espaços muito curtos não permitem que você analise possíveis mudanças. Tudo depende da métrica escolhida. Por exemplo, não é bom realizar uma verificação mensal, pois os dados podem apresentar poucos insights práticos. Períodos muito espaçados também farão com que você não perceba alterações de possíveis crises antes que elas ocorram e, assim, não seja proativo em relação à resolução de problemas. As periodicidades recomendadas de avaliações são:

  • trimestrais;
  • semestrais;
  • anuais.

É importante saber como definir metas, além de avaliá-las ao longo do tempo para criar formas de proteger o crescimento do seu supermercado e gerar as condições necessárias para alcançar o patamar desejado.

Gostou deste conteúdo? Então, siga nosso perfil no Facebook e Instagram e acompanhe outros posts imperdíveis em seu feed de notícias.

Compartilhar